domingo, 8 de março de 2009

Registros em Tinta e Madeira de uma Cidade Invisível


A vida e obra de José Américo Roig, o Zeméco, artista plástico autodidata, natural de São José do Norte, e residente na praia do Mar Grosso, no mesmo município, já foi matéria de diversas entrevistas, vídeos, desfile escolar, até samba enredo de escola de samba nos municípios de São José do Norte e Rio Grande - RS - Brasil.

Dentro da proposta do blog Olhar Virtual, de inventariar a vida e obra de Zeméco, fazendo deste ambiente virtual um local de registros de suas mais variadas facetas, divulgamos o texto Registros em Tinta e Madeira de uma Cidade Invisível, de autoria de Maicon Dourado Bravo, bacharel em História (FURG), Mestrando em Educação Ambiental (FURG), presidente da Associação Pró-Preservação do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de São José do Norte - Aphac Norte.

Abaixo, publicamos o resumo da obra, colocando mais adiante o link e endereço do texto, que pode ser lido em sua íntegra.

Zeméco e seus familiares, mais uma vez, agradecem a Maicon, à diretoria da Aphac e demais órgãos e instituições públicas e privadas, e todos aqueles que têm divulgado, das mais variadas formas, aspectos de sua vida e obra.

Resumo: A preservação do centro histórico de São José do Norte tem se mostrado um assunto muito delicado e preocupante para entidades que se interessam na manutenção desse patrimônio e para a população em geral, que vê desaparecer diante de seus olhos seu passado e sua história. No entanto, na memória e nas pinturas de José Américo Roig, Zeméco, tal patrimônio permanece intocado, guarda ainda suas características originais que tinha há 30 ou 40 anos atrás, e o trabalho desse artista contribui para a preservação do patrimônio histórico e artístico de São José do Norte.

Palavras-chave: Patrimônio, Memória, História de Vida, José Américo Roig.


Registros em Tinta e Madeira de uma Cidade Invisível


Endereço do trabalho na internet:
http://www.ceamecim.furg.br/vi_pesquisa/trabalhos/42.doc

Observação: Imagem acima, motivo que retrata a Igreja Matriz, a praça e o chafariz, pintura a óleo sobre costaneira (madeira), de autoria de Zeméco. Peça do acervo particular de seu filho José Antonio.

2 comentários:

  1. Olá! Estava procurando alguns sites e blogs relacionados a nossa região e encontrei este do artista Zeméco, muito interessante, e fico feliz pois estou vendo que muita gente aqui da região tem seu espaço na rede, mais do que imaginava, tenho um blog que comecei a pouco tempo, sobre turismo, minha idéia é divulgar as riquezas culturais e naturais existentes no extremo sul do Brasil, seguidamente publico em meu blog dicas de outros sites ou blogs com assuntos interessantes daqui, este sem dúvida é meu assunto de hoje, e estou publicando uma "propaganda" lá no meu blog do seu, também estou adicionando você a minha lista de blogs interessantes, que se encontra na barra direita do meu blog, gostaria de colocar algumas das fotos dos quadros do Zeméco que vi aqui na miha postagem lá, mas como vi "direitos reservados" no título apenas estou publicando Print Screen do blog, com os devidos créditos no fim da página, mas as imagens ficam meios prejudicadas e pequenas desta forma, gostaría de poder publicar no futuro algo mais elaborado a respeito, meu blog é visitado por pessoas de todo o país e mundo, e esta visão do artista sobre a paisagem de São José do Norte é mito interessante, chama muito a atenção, gostaria de apenas colocar algumas fotos que estão aqui com os devidos créditos abaixo e link do blog. Sempre que quiserem colaborar conosco, e vice-versa estou a total disposição, sou estudante de turismo e já fiz um trabalho aí no Norte, um roteiro turístico histórico entre RG e SJN, e acho que temos muito a ganhar trabalhando o turismo não só em cada cidade, mas na região, que tem um grande potencial, precisamos é colocá-la no mundo, e nada melhor que a internet. Parabéns pelo blog! Grande abraço!
    http://turismoextremosul.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Caro Luis, em nome de Zeméco - que reside na praia do Mar Grosso, SJN, sem acesso a internet - agradeço ao comentário e a matéria publicada em teu blog. Fique a vontade para utilizar as imagens do blog Olhar Virtual, pois há nele uma Licença chamda Creative Commons, que permite o uso das imagens e conteúdo, desde que citando a autoria e endereço. Como você colocou em seu blog, que um dia pretende conhece-lo, seja bem-vindo. Meu pai adora receber visitas, e a praia do Mar Grosso fica apenas a 6km da cidade de SJN, e dá um belo passeio de cerca de 1h, se vier a pé, pra tirar belas fotos. Grato mais uma vez pela matéria. Um abraço, José Antonio Roig.

    ResponderExcluir