segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Feliz 2008!


O blog Olhar Virtual, através de José Américo Roig, o Zeméco, deseja a todos os visitantes, um Feliz 2008, com muita paz, felicidade e realizações... Deixando abaixo uma mensagem que tem tudo a ver com a vida e obra de Zeméco.

"(...) a beleza de um quadro não depende das coisas retratadas nele" - Marcel Proust, escritor francês, autor do livro Em busca do tempo perdido.

Observação: Foto acima, mesa de trabalho de Zeméco, em sua casa na praia do Mar Grosaso, São José do Norte - Rio Grande do Sul - Brasil.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

História em quadrinhos de Zeméco


Acima, apresentação de slides, com história em quadrinhos de Zeméco, criada nos anos 1950, feita com lápis de cor.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Visitem o acervo e deixem seu recado


Caros visitantes do blog Olhar Virtual - que trata da vida e obra de José Américo Roig, o Zeméco, natural de São José do Norte - RS - Brasil, artista plástico autodidata -, favor acessaram as fotos de quadros e demais dados, incluídos neste diário virtual, desde 2006, bastando clicar na guia de meses, ao lado.
Deixem também neste espaço o seu recado ao Zeméco, que reside há cerca de 30 anos na praia do Mar Grosso, balneário de sua cidade natal. Sua mensagem, com certeza, chegará a ele.
Continuamos também a receber imagens referente às telas do pintor, para serem expostas nesse acervo digital, bastando enviar o arquivo digitalizado para o e-mail constante no banner do Olhar Virtual. Obrigado a todos!
Observação: Foto acima, da praia do Mar Grosso, em São José do Norte - RS - Brasil, tendo em primeiro plano a imagem de Iemanjá, de autoria do escultor rio-grandino Érico Gobbi, e que já teve por diversas vezes pintada por Zeméco, quando da comemoração da Festa de Iemanjá, na praia. Ao fundo, um caminhão de cebola, produto símbolo do município.

domingo, 23 de dezembro de 2007

Zeméco e a capa do livro


Acima, capa do livro "São José do Norte: o início de um povoamento".


Acima, foto com os autores do livro e o autor da capa do mesmo.


Acima, Promotor Éverton e Zeméco na solenidade de descerramento de placa.


Zeméco descerrando placa do auditório do MP de São José do Norte-RS-Brasil.

As fotos acima referem-se a solenidade ocorrida dia 10/11/2007, no prédio do Ministério Público nortense, quando do lançamento do livro "São José do Norte: o início de um povoamento", de autoria do prof. Dr. Luiz Henrique Torres (FURG) e do pesquisador José Fernando Costamilan, tendo como capa uma tela de José Américo Roig, o Zeméco.
Na abertura da solenidade, o artista plástico Zémeco foi convidado para descerrar a placa que denomina o auditório do Ministério Público de “João de Magalhães” em homenagem ao fundador do Primeiro Posto de Vigilância e Núcleo Populacional de São José do Norte.
A solenidade e o lançamento do livro contaram com a presença do promotor de Justiça Everton Resmini Meneses; Janir Branco, prefeito do Rio Grande; Alexandre Carinha Novo, presidente da Câmara Municipal de Vereadores; vereador Luiz Carlos Costa; secretários municipais Umberto Pinheiro (Agricultura), Maria Conceição (Saúde) e Edna Tarouco (Educação e Cultura); prof. Oscar Décio Carneiro; Gregório Botozelli (representando a OAB – Subsecção de São José do Norte); prof. João Carneiro Lages (representando a Academia Rio-grandina de Letras); José Américo Roig (Zémeco) e os dois escritores prof. dr. Luiz Henrique Torres e José Fernando Costamilan, entre outros.

sábado, 22 de dezembro de 2007

Chegada a São José do Norte - RS - Brasil


O vídeo acima foi filmado e colocado no YouTube, por José Antonio Klaes Roig, filho de Zeméco, mostrando a chegada da lancha Noiva do Mar a São José do Norte, vinda de Rio Grande, cidade vizinha. A travessia que leva cerca de 25 a 30 minutos é feita diariamente, nos dois sentidos, de segunda a sábado de meia em meia hora, e aos domingos e feriados de hora em hora. Neste verão, visitem São José do Norte e a praia do Mar Grosso, onde Zeméco reside há quase 30 anos.
A boca da doca, onde as embarcações entram e saem do município nortense é um dos motivos mais pintados e decantados por Zeméco.

A Fuga para o Egito: em dois tempos


Acima, foto do quadro A Fuga para o Egito (1937), de autoria de Cândido Portinari, disponível no portal do Projeto Portinari .


Acima, foto do quadro A Fuga para o Egito (1961), de autoria de José Américo Roig, o Zeméco, disponível neste blog.

Papai Noel Zeméco


Foto tirada no Natal de 1976, em que Zeméco foi o Papai Noel para algumas crianças de São José do Norte - RS - Brasil, filhos de amigos seus.

Motivo natalino


Imagem acima de decoração natalina feita por Zeméco, na residência dos amigos Waldir e Maria Fleck, na cidade de Campo Bom-RS, ano 2000. Um presépio em tamanho natural, feito com folhas de eucatex.

Mesa de trabalho de Zeméco


A imagem acima da mesa de trabalho de José Américo Roig (o Zeméco); local onde o artista plástica nortense elabora a maioria de suas pinturas, retratando na maioria das vezes a sua terra natal São José do Norte, através de marinhas, casarios e outros flagrantes do cotidiano da região sul do Rio Grande do Sul, Brasil. Em frente a mesa há janela de seu estúdio que pode-se enxergar o mar. A sua casa é a única em sua rua que tem vista para o mar. Uma grande fonte de inspiração.

Preto Velho, Mário Bugio


O retrato acima, trata-se de um Preto Velho típico, inspirado na imagem de Mário Bugio, figura folclórica de São José do Norte-RS, retratada por Zeméco. Quadro de propriedade da família do ex-prefeito municipal Jarbas Paixão Ilha Martins, que gentilmente permitiu sua fotografia para o acervo deste blog. O referido quadro (datado de 1982) encontra-se atualmente em exposição na praia do Mar Grosso (SJN), na videolocadora Passarinho Games, de propriedade de Elionardo Costa (Titico).

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Solar dos imperadores, novo ângulo


A imagem acima, retrata o Solar dos Imperadores, em São José do Norte -RS - Brasil; quadro de propriedade da família do ex-prefeito municipal Jarbas Paixão Ilha Martins, que gentilmente permitiu sua fotografia para o acervo deste blog. O referido quadro (datado de 1979) encontra-se atualmente em exposição na praia do Mar Grosso (SJN), na videolocadora Passarinho Games, de propriedade de Elionardo Costa (Titico).

A estância imaginária


Imagem acima, retrata uma estância imaginária, que Zeméco pintou, atendendo a um pedido. Lembra uma casa de estância típica do Rio Grande do Sul - Brasil.

Zeméco e a arte em lajotas


Acima, apresentação de slides retratando alguns motivos de Zeméco, pintados sobre lajotas. Zeméco utiliza materiais diversos para sobre eles pintar os motivos da região sul do Rio Grande do Sul, e, em especial, os de sua terra natal São José do Norte. Já pintou em tela, em eucatex, costaneiras, telhas de barro, telhas portuguesas, parquet, lajotas, etc. Suas obras podem ser adquiridas em São José do Norte, na casa do Artesão ou em sua própria residência, na praia do Mar Grosso; em Rio Grande, na Vidraçaria Só Vidros, ou quando de suas mostras artísticas.

Placa recebida por Zeméco


Imagem acima é uma fotografia da placa recebida por Zeméco, quando da homenagem prestada pelo município ao artista plástico nortense, durante a Semana do Município, na XVI Feira do Livro de São José do Norte - RS - Brasil, no dia 23/10/2007.
Eis o inteiro teor da mensagem que consta na referida placa:
"Suas obras de arte que retratam nossa cidade, reconhecidas no Brasil e exterior, a divulgação da forma espontânea do município, motivou prestar-lhe esta homenagem".

Arte em família II


Imagem acima, de autoria de Sérgio Antonio Klaes Roig, filho de Zeméco, que atende pelo nome artístico de Raffo (alusão ao sobrenome de solteira de sua avó materna).

Arte em família


Imagem acima, dois quadros de autoria de Sérgio Antonio Klaes Roig, retratando o genial vagabundo Carlitos, personagem inesquecível, criado por Charles Chaplin. Sérgio é filho de Zeméco, e utiliza o nome artístico de Raffo (sobrenome de solteira de sua avó materna, Virgínia).

Boca da doca de São José do Norte


Imagem acima, intitulada Boca da Doca, de autoria de Zeméco, gentilmente cedida pelo prof. Antonio Domingues Brasil, para o acervo virtual deste blog.

sábado, 15 de dezembro de 2007

Acervo virtual de Zeméco

Caros visitantes deste blog, o acervo virtual da obra de José Américo Roig, o Zeméco, pode ser visto, através da consulta do Arquivo do Blog (na coluna à direita), dos meses anteriores, onde constam fotos digitalizadas da maioria das telas do artista plástico nortense.
Solicita-se àqueles que tenham algum quadro de Zeméco em seu acervo particular, se quiser, fazer a gentileza de enviar cópia através do e-mail klaesroig@yahoo.com.br. Zeméco agradece antecipadamente o envio.

São José do Norte: O início de um povoamento (relançamento)


Dia 17/12/2007, às 19 horas, no Sobrado dos Azulejos, em Rio Grande, ocorrerá o lançamento, no município vizinho, do livro "São José do Norte: o início de um povoamento", de autoria do prof. Dr. Luiz Henrique Torres (FURG) e do pesquisador José Fernando Costamilan (IHGSJN), tendo como capa (foto acima) uma tela de autoria de José Américo Roig, o Zeméco.

sábado, 8 de dezembro de 2007

Nortenses ilustres: Zeméco, Delfina da Cunha e Wilson Fonseca



O blog Olhar Virtual retribui a homenagem prestada em 2006 pelo poeta nortense Wilson da Rosa Fonseca ao artista plástico José Américo Roig, o Zeméco, ao ter feito a poesia em homenagem a poetisa nortense Delfina Benigna da Cunha, e ter ilustrada a mesma com um quadro de autoria de Zeméco, conforme acima (foto 1). Em retribuição, o blog Olhar Virtual publica foto de capa do Jornal Diário Popular , da cidade de Pelotas, edição Rio Grande, que traz notícia sobre a posse do poeta nortense Wilson Fonseca, na cadeira do número 2, da Academia Rio-Grandina de Letras (imagem 2).
Fonseca, poeta destacado regional, nacional e internacionalmente, leva com sua vida e obra o nome de São José do Norte a diversos rincões. Professor e poeta de reconhecido talento, que coleciona diversos prêmios literários e participa de diversas instituições artísticas, históricas e culturais, pelo país afora e até exterior. Sua posse ocorreu em 07/12/07, no Espaço Cultural do Sobrado dos Azulejos, prédio histórico recentemente recuperado, e que teve entre os responsáveis pelo sua recuperação o próprio Fonseca, como integrante da diretoria da Associação Pró-Preservação do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural (Aphac), de Rio Grande - RS - Brasil. Uma sessão solene de ingresso à ARL, que reuniu os integrantes da instituição, autoridades, convidados, que puderam assistir a apresentação do Coral da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC), de Rio Grande.
Observação: Para melhor visualizar o poema, basta clicar duas vezes sobre a foto 1.