sexta-feira, 7 de setembro de 2007

Projeto Zeméco I

José Américo Roig, o Zeméco, foi homenageado em 16/07/2007, pela E.E.E.F. Silvério da Costa Novo, da povoação da 5ª secção da Barra de São José do Nortem, através do Projeto Zeméco, desenvolvido pela arte-educadora Rosângela Moura Samaniego.
Segue, abaixo, a introdução do projeto, que foi dado cópia ao pintor Zeméco, com trabalhos artísticos dos alunos da referida escola, inspirados na vida e obra do artista plástico nortense.

Introdução: "Em 2006 foi passado para os alunos da 5ª série da E.E.E.F. Silvério da Costa Novo o documentário UMA VIDA DE ARTES - A história de vida de José Américo Roig, uma das figuras mais carismáticas de São José do Norte e pintor conhecido por além fronteiras do Rio Grande do Sul. Pois é, Zeméco é um pintor que tem sias obras conhecidas até fora do país levadas por turistas que visitam o balneário onde o artista reside. Veja, que interessante pessoas de vários lugares talvez conheçam a obra de Zeméco, e a Universidade vizinha ao pintor não estuda sua obra no curso de Artes. Não que eu seja contra a História da Arte que é estudada da Faculdade, mas acho que é de extrema importânciaconhecer e valorizar, também a Arte de nossa terra. Já está mais do que na hora de mudar a mentalidade de que só o que é produzido lá fora é o que tem valor. A obra de Zeméco pode não ser cotada no mercado artístico com valor monetário estrondoso, mas com certeza ela tem um outro tipo de valor que me faltam palavras para expressá-lo, pois correria o risco de não khe atribuir o devido valor que a obra deste grande artista merece.
Porém como educadora tenho a obrigação de fazer minha parte, pois afinal de contas a educação ainda é o melhor caminho...
Então, após os alunos assistirem ao documentário pedi que escrevessem uma cartinha para o Zeméco contando-lhe o que haviam pensado a respeito. Os alunos ficaram muito entusiasmados e as cartas escritas foram enviadas ao pintor. Isto aconteceu praticamente no final do ano. Durante as férias fiz uma visita ao artista e fiquei sabendo que ele havia recebido as cartas, e havia gostado muito. Tão calorosa foi a receptividade de Zeméco e sua esposa que lhe fiz um convite para visitar a ecola no ano seguinte. O convite foi aceito.
Este ano como sabíamos que iríamos receber a ilustre visita de Zeméco resolvemos preparar uma surpresa. E assim, durante todo o primeiro trimestre de 2007 os alunos agora já então na 6ª série, passaram a estudar a obra de Zeméco, e a partir daí reproduzir algumas de suas obras".
Rosângela Moura Samaniego - arte-educadora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário